00:48:12 Segunda, 18 Novembro 2019

A grande vantagem de Gran Canaria é que quando se cansar das praias e desportos aquáticos não lhe faltarão actividades em terra. Entre as que têm vindo a ganhar maior popularidade nos últimos anos contam-se as caminhadas e o montanhismo.

Numa tentativa de diversificar o turismo na ilha, o Cabildo Insular de Gran Canaria (Governo Regional) tem investido na recuperação dos “Caminos Reales” (Estradas Reais) e na sua abertura ao público. Estes antigos caminhos, outrora a única via de comunicação para o interior da ilha, têm como centro Cruz de Tejeda e daí irradiam em todas as direcções, dando acesso aos quase 66 mil hectares de áreas protegidas da Gran Canaria. Alguns deles foram recentemente renovados, e variam desde os mais difíceis, com íngremes subidas, aos de passeio curto e descontraído.

Nas montanhas, as condições meteorológicas são muito diferentes das da costa. Por isso, para se precaver quanto às abruptas mudanças do tempo, deve iniciar as caminhadas com calçado resistente, agasalhos, alimentos, muita água, protector solar e um bom mapa. Também aconselhamos que nunca viaje sozinho nestas áreas desertas e muitas vezes agrestes, em caso de acidente. Leve sempre um telemóvel consigo, pois será precioso numa emergência.

As caminhadas e o montanhismo são uma óptima forma de explorar áreas menos conhecidas, paisagens ainda virgens e a deslumbrante beleza da Gran Canaria de outrora.

Ambiente
Pico de las Nieves
Caldera de Bandama