16:24:24 Terça, 23 Julho 2019

Fundado em 1879 por um pequeno grupo de burgueses locais, o Museo Canario apresenta a maior colecção das Ilhas Canárias de objectos pré-hispânicos, datando desde cerca de 500 a.C. ao século XV.

O Dr. Gregorio Chil y Naranjo foi o principal responsável por esta iniciativa que teve como objectivo preservar, dar a conhecer e promover a investigação do património arqueológico e documental da ilha, tendo legado à fundação privada que hoje administra o museu o edifício em que está instalado, bem como as suas valiosas colecções pessoais de arqueologia e ciências naturais.

Nas 11 salas do museu encontra-se uma ecléctica exposição permanente que inclui ídolos, joalharia, cerâmica, utensílios, múmias, esqueletos e muitos outros objectos relacionados com a vida dos Guanches – os povos nativos das Canárias. Há também maquetas de casas guanches e uma réplica da Cueva Pintada de Gáldar. Dotado de uma vasta biblioteca, uma hemeroteca e um arquivo especializado em temas canários, o museu oferece igualmente importantes serviços a investigadores, estudantes e ao público em geral.

Horário de abertura:
– Museu, exposições temporárias e loja:
Segunda a sexta, das 10h às 20h
Sábado e domingo, das 10h às 14h
– Biblioteca, hemeroteca e arquivo:
Segunda a sexta, das 10h às 20h – encerra nos feriados

Nota:
O Museo Canario possui a maior colecção mundial de crânios de homens Cro-Magnon e achados guanches, além de uma colecção de cerâmicas.