03:01:48 Quinta, 19 Setembro 2019

No coração do bairro de Vegueta erguem-se as duas torres da Catedral de Santa Ana, a primeira igreja das Canárias, mandada erguer pelos Reis Católicos (Isabel I de Castela e Fernando II de Aragão) depois da conquista de Gran Canaria em 1478.

Os trabalhos tiveram início em 1500, mas só foram concluídos quase quatro séculos mais tarde, envolvendo a intervenção de vários arquitectos e artistas. Por esse motivo, podem identificar-se na catedral três grandes estilos arquitectónicos: Gótico, Renascentista e Neoclássico.

Embora pouco se saiba acerca do projecto original, de acordo com as raras plantas que subsistem estava prevista a construção de uma estrutura gótica com três naves de igual altura. Nas capelas da catedral podem ver-se algumas notáveis obras de arte, incluindo várias estátuas do famoso escultor de temas religiosos José Luján Pérez.

Ao lado da ala sul da catedral, junto ao Patio de los Naranjos (Pátio das Laranjeiras), encontra-se o Museo Diocesano de Arte Sacro, com numerosas peças de grande valor. Destacam-se as obras de grandes Mestres holandeses e uma colecção de escultura espanhola dos últimos quatrocentos anos.

Costumes e Tradições
O Povo
Cidade de Las Palmas

Horário de abertura:
Segunda a sexta, das 10h às 16h30 – sábado, das 10h às 13h30 – acesso apenas pelo Museu de Arte Sacra – 2,40 euros (adultos), gratuito (crianças).

A curta distância da Plaza Santa Ana, mesmo por detrás da catedral, irá encontrar um dos mais belos edifícios de Las Palmas – a Casa de Colón (Casa de Colombo).

A nossa sugestão:
Um moderno elevador junto à torre sul da catedral leva os visitantes até ao topo, de onde poderá admirar as excelentes vistas sobre a cidade e o porto. O bilhete custa 1,5 euro.