19:59:06 Sexta, 20 Setembro 2019

A aldeia de Tejeda é a segunda menor da ilha e nela encontra-se a Cruz de Tejeda – um cruzeiro esculpido em pedra que assinala o centro geográfico da Gran Canaria e que foi erigido num desfiladeiro a 1580 m de altitude.

Nos arredores desta popular atracção há muitos restaurantes e bares animados, lojas de lembranças e especialidades locais (incluindo o famoso mel), bem como passeios de burro para crianças. É um bom lugar para descontrair um pouco e tomar uma bebida – no entanto, se aprecia tranquilidade, evite esta área aos fins-de-semana, pois é um dos locais de passeio favoritos dos habitantes da ilha.

Os elevados picos também atraem numerosos caminhantes e montanhistas, embora se encontrem percursos curtos e fáceis entre a deslumbrante paisagem para aliciar os menos enérgicos. Alguns dos percursos são recentes, mas a maioria segue os antigos “Caminos Reales” (Caminhos Reais) usados pelos Guanches (os primeiros habitantes das Ilhas Canárias) para se deslocarem pelo centro da ilha.
A aldeia de Tejeda, aninhada a mais de 1000 m de altitude na encosta de uma antiga cratera vulcânica, está envolvida por socalcos com plantações de milho, pomares e hortas. Na área há inúmeros vestígios arqueológicos, como túmulos, cavernas, gravuras e pinturas.

Sem o desenvolvimento do turismo na região, Tejeda já teria sido provavelmente abandonada há muito, pois é extremamente difícil viver apenas da agricultura nesta terra árida. Assim, a aldeia possui hoje metade da dimensão que tinha no passado.

Valleseco
Jardín Botánico
Equitação

Apesar disso, é um local muito agradável para almoçar – e pode aproveitar para provar os típicos e deliciosos doces de amêndoa chamados “Bienmesabe” (à letra: “que bem me sabe!”) ou os bolinhos de maçapão.

Tejeda apresenta o seu aspecto mais esplendoroso nas duas primeiras semanas de Fevereiro, a época do florescimento das amendoeiras – uma ocasião aí celebrada com a popular Festa das Amendoeiras em Flor.